Páginas

terça-feira, 26 de junho de 2018

Gasolina, energia elétrica e plano de saúde contribuem para o avanço do IPC da segunda semana de junho

Resultado de imagem para bomba gasolina

Na segunda quadrissemana de junho, que integra os trinta dias datados entre 15 de maio e 15 de junho, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) do munícipio de Curitiba acelerou 1,33%. Esse resultado foi superior em 0,95 pontos percentuais à taxa observada para o mesmo período de maio (0,38%) e levemente inferior à apuração da primeira semana do mês.

O grupo Transporte, que exerceu a principal influência sobre o índice final, com alta de 1,60%, foi impactado pelos aumentos de 8,22% em gasolina comum, 0,58% em automóvel nacional usado, 14,55% em tarifa de ônibus interestadual, 2,87% em motocicleta zero km e 1,77% em consertos de veículos. 

No avanço de 2,41% do grupo Habitação destacam-se as variações de 8,86% em energia elétrica residencial, por conta da aplicação da bandeira tarifária vermelha patamar 2, e o reajuste de 2,57% na conta de água e esgoto.

A oscilação de 1,76% ocorrida em Alimentos e Bebidas foi influenciada, principalmente, pelos aumentos em leite pasteurizado integral (8,06%) e batata-inglesa (52,69%). 

Já a ascensão de 1,75% de Saúde e Cuidados Pessoais está vinculada à contratação de planos de saúde, que apresentou, em média, aumento de 4,63%.



(Fonte: Ipardes)